segunda-feira, 30 de Janeiro de 2006

Rio Ave: 0 - FC Porto: 0

Depois da ajuda do Sporting, o FCP não conseguiu repor a vantagem de seis pontos para o Benfica. E o pior de tudo foi a exibição do Porto. Paupérrima. De todos os jogos que já vi do Porto, este foi um dos que mais me revoltou. Saí do estádio altamente desagradado com tudo aquilo que vi. Acho que não me lembro de um Rio Ave tão fraco como aquele que vi ontem. Tendo em conta este último facto, o Porto tinha obrigação de fazer bem melhor. É certo que até dominou o jogo, teve mais oportunidades de golo, teve mais posse de bola, conseguiu fazer com que o Rio Ave não saísse praticamente do seu maio campo, mas mesmo assim foi muito, muito pouco para uma equipa que quer ser campeã.

Tudo isto porque o FCP tem um treinador que quer bater-se com o Scolari para ver quem mais asneirolas faz. E nada tem a ver com o Baía!! Tem a ver com as invenções que o holandês gosta de fazer. Ainda em miúdo aprendi uma máxima com o meu pai que diz assim: "Equipa que ganha, não se mexe". Pelos vistos, na Holanda é diferente. Porque carga de água é que o nosso treinador decide mudar todo o esquema de jogo depois do Porto ter feito a melhor série de jogos na presente edição da Liga?

Não haverá nenhum clube Russo que queira este treinador? Podem levar dois pelo preço de um (também oferecemos o Scolari).

Acabo com uma frase escrita por mim há algum tempo neste mesmo blog: "Adriaanse tem um Porsche nas mãos e não o sabe conduzir".

Odeio Jornalistas

Uma classe profissional que não simpatizo, são os jornalistas. Então os desportivos são a chamada corja da sociedade.

São muitos os exemplos de mesquinhez e menoridade. O último destes exemplos, foi o jogo de Sábado: Benfica - Sporting.

Ninguém realçou o desportivismo com que se desenrolou este derby. Os dois presidentes viram o jogo lado a lado, e antes, durante e depois, houve um desportivismo notável, que só está ao alcance das grandes instituições.

O próprio Koeman, não se escudando em qualquer teia de argumentação fácil, elogiou no final do jogo a grande exibição do Sporting.

Alguém leu hoje alguma referência a este desportivismo nos jornais. Não!!!

Aliás os jornalistas deviam ter ficado chateados com as declarações de Koeman, e dos parabéns endereçados por LFV a Soares Franco. Eles gostam é dos "rebuçadinhos", dos "cafés com leite" e das "férias de Marraqueche".

Já agora, aqui ficvam as declarações 3 dias antes do jogo, do presidente do FC Porto... peço desculpa do Presidente do Sporting Soares Franco.

– Não podemos ter medo de enfrentar a verdade, e num conjunto de rácios o Benfica é efectivamente maior do que o Sporting: tem mais adeptos e mais sócios, tem mais títulos conquistados, venceu mais competições europeias. Os sportinguistas não devem negar as evidências, até porque quando queremos ser os primeiros temos de seguir dois princípios: não mentir e ter a referência a abater.

Simpatizo com este Senhor.

Boa vitória Sporting!!!

Fair Play...


Ainda quanto ao jogo SLB-SCP, na verdade não existe muito a acrescentar: O SCP venceu de uma forma justa e incontestável.

A tónica para o meu post vai para 3 pontos:

1.º - de registar o apoio que o SCP teve desde o primeiro ao ultimo minuto. De facto, fiquei surpreendido com os cânticos da juve leo que foi incanasável muito antes do inicio do jogo até ao final - sim senhor, gostei da atitude!

2.º a forma asquerosa que o Sá Pinto manteve em campo!!!!não bastou confrontar os adeptos da luz, como aquando da sua subsituição, entrar em provocações com os adeptos que se encontravam por detrás do banco visitante (eu vi, pois fico mesmo por cima do banco de suplentes).

3.º o comentário do Ricardo, à TSF após o jogo, em que dizia mais ou menos isto :"deviamos ter ganho por 6 ou 7 golos..." - a humildade é um dom que nem todos tem a capacidade de ter...


De facto, os grandes jogadores admiram-se não só pelos seus atributos futebolisticos...

Enfim, ficam as notas.

PS - em todo o caso, não esquecer que o SCP apenas ganhou 3 PONTOS, nada mais! o FCP continua à frente, seguido do SLB, Nacional, Braga e SPORTING!!!

Nevou em Lisboa

A vitória do Sporting na Luz foi tão anormal, que no dia seguinte nevou em Lisboa!!!

domingo, 29 de Janeiro de 2006

Sporting apaga a Luz

E esta hein?

Quem diria que o Sporting ía à Luz fazer uma exibição destas?

Vitória inteiramente justa do Sporting, num jogo em que o Benfica esteve irreconhecível.

Mas atenção aos mais afoitos. Um derby é um jogo com características muito especiais, e não é nenhum indicador para o resto do campeonato. Aliás não me admirava que o Sporting perdesse já o próximo jogo, e o Benfica voltasse ao ciclo de vitórias que foi obrigado a interromper, caminhando para o tão almejado título (assim o FCP também ajude).

Só uma pequena alfinetada ao sportinguistas: o vosso campeonato está ganho.

terça-feira, 24 de Janeiro de 2006

Desespero total...será?


cito:
""Sei perfeitamente como é que ele funciona. É o despero total de quem sente que vai ser ultrapassado muito em breve na classificação pelo Benfica e sabe que vai ter graves dificuldades em explicar como é que é possível com um orçamento de 70 milhões de euros, o dobro do Benfica, não conseguir os resultados que o Benfica está a conseguir neste momento"" Veiga - in record
que saudades eu tinha de uma boa novela futebolistica....

Semana de decisões!


Benfica recebe Sporting:
lá estarei tranquilamente a assistir ao jogo, pelo que o meu prognóstico num jogo desta natureza é sempre reservado. Reza a história que, geralmente a equipa teoricamente mais fraca, costuma sair vencedora. Bom, sinceramente, da forma como o campeonato tem corrido e, pelos reforços que o SLB efectuou, parece-me que a equipa da casa tem uma conjuntura favorável para sair vencedora, mas....a ver vamos!
Porto desloca-se a Vila do Conde:
O FCP vai ao Rio Ave segurar o primeiro lugar no campeonato. Apesar de ser um campo dificil, historicamente (mais uma vez a história...), tem vaticinado vitórias para o lado dos azuis. Mas, aqui também vou aguardar com serenidade o desenrolar do jogo.
Será esta a jornada que irá lançar o Campeão Nacional na renovação do titulo???

quinta-feira, 19 de Janeiro de 2006

O que são bons resultados?


O que são bons resultados?
Por vezes é dificil avaliar e separar aquilo que são os bons dos maus resultados. Por vezes essa avaliação depende de variáveis cujas métricas não são taxativas. Dependerá, talvez, dos objectivos definidos antes de cada desafio ou então do grau de exigência de cada um. Mas esses objectivos estarão bem desenhados? Serão esses objectivos utópicos ou pecarão apenas por defeito?

Pois bem, feito este preâmbulo passo à questão em concreto. Terá a selecção de todos nós conseguido bons ou maus resultados nos últimos três anos? Terá o seleccionador conseguido bons ou maus resultados? Uns dizem que sim, outros que não. Estas divergências de opinião resultam precisamente da dificuldade que existe na definição das métricas que nos permitam avaliar o que é bom ou mau resultado.

Segundo as minhas, os resultados, não sendo paupérrimos, são maus. E são maus porquê?

Em primeiro lugar, porque o seleccionador Luis Filipe Scolari não teve que jogar a fase de qualificação do Europeu porque Portugal era o País organizador.

Depois, todos os jogos que fez de preparação foram miseráveis.

Veio o Europeu, perdeu a final da competição em sua própria casa perante 60.000 fervorosos e devotados adeptos (considerando que 5.000 seriam Gregos), usufruía de uma base de jogadores que tinham sido campeões Europeus e perdeu a final contra uma equipa que já devia conhecer de trás para a frente. Essa mesma equipa que nos tinha defrontado duas vezes nos últimos dois meses. A primeira, em jogo de preparação empatamos depois de estarmos a perder a maior parte do tempo. A segunda, no jogo de abertura e cujo resultado foi aquele que todos conhecemos. Ou seja, em todas elas não ganhamos contra um equipa mediana do futebol Europeu.

Finalmente e na fase de qualificação ganhou o seu grupo. Aqui entra uma vez mais os critérios de cada um. Eu considero que não fez mais do que a sua obrigação tendo em conta o grupo que nos calhou na sorte.

Olhando para o cenário supracitado, considero que o senhor Scolari tinha obrigação de fazer bem melhor considerando, por isso, mau o seu trabalho. Bem sei que haverá muita gente que dirá: Mas ele fez uma coisa que ninguém fez que foi chegar à final. E eu digo: E depois?

Convido-vos a fazer o seguinte exercicio:
Tentem imaginar a vossa equipa a organizar um torneio com equipas à sua altura (haverá alguém que não considere que Portugal está à altura de qualquer selecção da Europa?). Imaginem que perdem a final em casa contra uma equipa que nem estava entre as melhores do torneio. Consideram que o treinador da vossa equipa fez um bom trabalho? Eu não considerava. Talvez por estar habituado às vitórias. Talvez porque tive um treinador que dizia que as finais eram para ganhar e ganhava. Ou talvez porque sou exigente de mais?

Verdade Desportiva...


Para aqueles que falam, falam e, não os vejo a fazer nada...o que dizer à contratação de Adriano? dado como futuro jogador do SCP, aparece agora no FCP...
falaram de:
jogo estoril-SBL
José Fonte
Moretto
Marcel
entre outros
e vem-se a constatar que muda-se a cor da camisola e a prática é a mesma...dá mesmo vontade de rir...para parecer sério, não basta dizê-lo, é preciso sê-lo!!!!
nota: a estalada que foi dada, é uma bela recompensa para o SLB....
saudações desportivas!

terça-feira, 17 de Janeiro de 2006

Alô??

Há pessoas que não tem noção daquilo que dizem. Na apresentação do novo jogador (Marcel), o presidente Benfiquista veio dizer que o plantel está fechado e que tem como objectivos a conquista do campeonato, a Taça de Portugal e são também um sério candidato à conquista da Liga dos Campeões. Os dois primeiros, ainda é como o outro. Agora a Champions... À luz daquilo que disse no Post anterior, em caso de insucesso virá com toda a certeza falar dos árbitros. Vai uma aposta?

Nem o Porto na altura do Mourinho assumiu tal compromisso, vem agora este dizer tamanhas baboseiras. E o pior é que o adepto benfiquista puro e duro acredita. Como acreditou em todas as outras babodeiras que a mesma personagem já teve a oportunidade de dizer.

Ainda no mesmo acto, lá teve que falar no Porto (chateia ter que olhar para cima e ver lá o FCP) a propósito da afirmação do Papa (leia-se Pinto da Costa) relativamente à contratação do jogador que deixou de treinar na Académica por obra e graça do espírito santo.
A resposta do FCP não demorou através do seu sítio oficial. A ler.

E agora Scolari?


E agora Scolari? Como é que vais descalçar a bota de ter que convocar o Quim para a baliza nacional? O GR do Benfica arrisca-se a estar seis meses sentadinho no banco se suplentes. Será que o nosso seleccionador continuará a convocar um suplente? Não haverá em portugal GR à altura das suas exigências?

Será que todos os GR tem problemas de balneário? Pois é, o nosso rico seleccionador (embora ele tenha a lata de dizer que é mal pago) pode-se dar ao luxo de deixar de fora o jogador com mais títulos conquistados no Mundo! Já sabem de quem estou a falar, não já?



Depois do lance infeliz que teve no Domingo passado, surgiram logo das suas casernas os contestatários, não perdendo a oportunidade para criticar de forma gratuita o seu trabalho.
Para quem não conhece, eis os títulos deste Guarda Redes:
  • 8 Campeonatos Nacionais (FCP);
  • 4 Taças de Portugal (FCP);
  • 7 Super Taças de Portugal (FCP);
  • 1 Campeonato de Espanha (Barcelona);
  • 2 Taças do Rei (Barcelona);
  • 1 Super Taça de Espanha (Barcelona);
  • 1 Taça das Taças (Barcelona);
  • 1 Taça UEFA (FCP);
  • 1 Liga dos Campeões (FCP);
  • 1 Taça Intercontinental (FCP).

Impressionante, não é? Não é para todos, é para quem é bom! Por tudo isto,

OBRIGADO BAÍA !!

Comentário à 18ª Jornada


Hoje farei um comentário global à jornada, ou seja, falando dos três maiores nacionais com tudo à molhada como normalmente se diz nas distritais.

Assim, nesta jornada, o Porto perdeu, o Sporting ganhou e o Benfica, com a derrota do FCP, começa a ver uma "estrela" ao fundo do túnel.

Começando pelo líder (acho que há pessoas que se esquecem que o Porto é primeiro), o Porto fez dois jogos totalmente diferentes na visita à Amadora. Na primeira parte, os jogadores pareciam um grupo de amigos que se juntaram e cujo objectivo principal era a jantarada que se seguia ao jogo. Por outro lado, o Estrela parecia uma equipa de atletas de fundo, tal era a correria. Aproveitou bem a apatia da equipa azul e branca para fazer dois golos. Na segunda parte, vi um Porto transfigurado e com vontade de dar a volta ao resultado. Mas depois de chegar ao 2-1, a equipa da Invicta abrandou incompreensivelmente. Quando era suposto e preciso meter a 6ª velocidade, o Porto voltou a reduzir para 4ª. Em suma, o Porto perdeu única e exclusivamente por falta de ambição demosntrada na primeira parte. Há, no entanto, que dar mérito à equipa da Amadora pela primeira parte que fez e pelo dois alas que possuem.

Em Belém, assistimos a um jogo pobrezinho. Duas equipas que queriam em primeiro lugar não perder e depois esperavam por um tiro de sorte. Foi o Sporting que acabou por ser mais certeiro levando por isso os três pontos.

Finalmente na Luz, o Benfica venceu por 3-0. Não vi o jogo (o jogo de pro evolution na playstation estava bem melhor), por isso não posso tecer grandes comentários. Li que foi um jogo polémico, com alguns casos e cujas opiniões relativamente à sua avaliação divergem. Li também que alguns dos jogadores da Académica mostraram-se indignados pelas decisões do árbitro.

Relativamente às arbitragens tenho um teoria, que quem me conhece, sabe que é verdade. Para mim, estas coisas das arbitragens são desculpa de mau pagador. Isto é, quando os resultados não aparecem, a culpa é sempre dos árbitros. Mas a minha teoria diz assim: No final do campeonato, depois de baralhar e tornar a baralhar as cartas, o saldo é nulo. Isto é, as coisas acabam por se compensar. É como na Matemática. Menos com menos dá mais. Aqui só uma excepção: Os clubes pequenos são sempre mais prejudicados.
Durante anos e anos as direcções do Benfica andaram sempre a dizer que o Porto ganhava porque tinha os árbitros a seu favor. Cheguei mesmo a ouvir que o Porto tinha ganho a última liga dos campeões porque foi ajudado. Ora isto é atirar areia para os olhos dos adeptos. Queriam justificar as asneirolas que cometiam com erros dos homens de preto. O presidente do Benfica, chegou a dizer para quem queria ouvir (é claro que os seus adeptos não se lembram) que preferia investir na Liga de clubes do que em jogadores.

Por isso, deixemos as arbitragens e exijamos mais dos nossos clubes. Por exemplo, no ano passado o benfica até foi mais beneficiado do que os seus rivais. Mas pergunto: Terá o Porto merecido melhor sorte com a paupérrima época que fez?

Os cães ladram e a caravana passa...

Pois é, o Glorioso apenas 3 pontos e mais do que isso, com uma estrutura bastante sólida (direcção, jogadores, etc), começa a por em polvorosa determinados elementos dos clubes rivais.
Mais importante do que os resultados a curto prazo, é na sua maioria, a estratégia que se monta para atingir determinados objectivos.
Olhando para os chamados 3 grandes, verificamos estratégias totalmente distintas:
SCP - sem estratégia. está a efectuar a travessia do deserto (lembra-me o tempo do SLB, em que reinava os Sr.(s) Damásios, Vales e Azevedos, etc
FCP - com uma estratégia de rompimento com o passado (diga-se, recehado de sucessos), mas que não está perfeitamente sólida com os objectivos que claramente se propuseram.
SLB - de há 2 anos a esta parte, com uma estratégia sólida, coerente e a verificar pelos resultados, irá dar frutos certamente no futuro. Mais do que isso, devolveu a tão falada mistica ao Clube!
Não se trata de uma análise tendenciosa, mas sim uma opinião!
Não serve este blog para enfiar "barretes", mas fica o apontamento...
Saudações desportivas e gloriosas!
Cordialmente a todos os adeptos de futebol e, em particular aos mais "nervosos de lingua"!

Lei da rolha..

o FCP continua a treinar à porta fechada...jogadores não prestam declarações...o que será que Co Adriaanse tem para esconder?
pessoalmente, não concordo com esta politica, afinal, é dos jogadores que vive o futebol, certo?

segunda-feira, 16 de Janeiro de 2006

Obrigado Baia!


Justiça seja feita ao Baia, se não fosse ele, o SLB não estava agora a três pontos do FCP!
outra nota tem a ver com a suposta lesão do guarda-redes titular do Estrela...enfim, coisas do futebol em Portugal...mas, por ironia do destino o Paulo Lopes (ex-Benfica), esteve a grande nivel, ajudando a sua equipa a vencer os Dragões!
força Estrela!

Começa a cheirar a titulo....


Domingo após Domingo, assisto aos jogos do Glorioso no estádio, começa a cheirar algo interessante - o publico a gritar "Campeões, Campeões, nós somos Campeões". Isto poderá querer dizer alguma coisa...

quanto ao jogo de Domingo, mais uma vitória perfeitamente justa!

quinta-feira, 12 de Janeiro de 2006

Colunista Convidado, por José Manuel Marques

SELECÇÃO DE ESPERANÇAS

Superstição ou não, muitos de nós continuam a engolir as tradicionais passas quando se aproximam as doze badaladas do fim do ano. Afinal o pior que pode acontecer é os nossos desejos não se realizarem… Da mesma maneira, aproveitando o momento da dobragem da primeira volta do Campeonato, expresso nesta coluna algumas das minhas esperanças para a segunda volta que se inicia.

Haveria muitas. Mas já que tenho de fazer uma selecção… Seis é um número redondo.

Assim, na segunda volta do Campeonato:

1. ESPERO QUE o Benfica seja campeão.

Só pode! Quem deu 8 pontos de avanço nas três primeiras jornadas, jogou a maioria dos jogos, em sectores-chave, com a equipa B, e ainda assim fecha a primeira volta ombro a ombro, cá em cima – evidentemente que o «campeão de Inverno» é o SLB. E também o será na Primavera, pois ´tá claro!

2. ESPERO QUE o manhoso do Pinto da Costa se modere.

Useiro e vezeiro em todas as artes da astúcia e da dissimulação no que respeita a intrometer-se nas contratações do SLB, oxalá não se lembre de fazer o mesmo com os fornecedores de equipamento e de chuteiras. Já imaginaram a desvergonha: O Benfica a alinhar com 11 jogadores nus até ao pescoço. Com uma agravante: é que o Mantorras nesse caso não poderá ser utilizado… Não está acostumado a fintar com três pés!

3. ESPERO QUE o Paulo Bento não deixe de ler a última aventura do Asterix.

E quanto antes! O rapaz bem se pode inteirar rapidamente dos truques do, como ele, pequeno gaulês. Caso contrário, está feito ao bife: «O Céu Caiu-lhe [mesmo] Em Cima da Cabeça». Seja sob a capa do auto denominado «Movimento Sporting Renovado», seja sob a forma de estirpes altamente nocivas do «vírus balneárius», os «toto-ratos» (guerreiros robôs dos nagma) já aí andam.

4. ESPERO QUE seja publicada a segunda edição, revista, da biografia do Victor Baía.

Com prefácio de Scolari, esta edição virá enriquecida com uma rectificação importantíssima. Afinal, apesar de portista, Victor Baía nunca deixou de ser do Benfica. Isto é, em terminologia sexológica para se perceber melhor: Baía virá assumir-se como adepto bi-clúbico e não trans-clúbico; foi um equívoco. Relacionada com esta revelação fará também uma outra que tem a ver ainda com o polémico lance do jogo Benfica-FCP (campeonato 2004/05). Sim senhor, a bola entrou! Quanto à confusão dos árbitros ele próprio é que a provocou de propósito. Porquê? Com o intuito de agradar aos dois clubes do seu coração: ao Benfica (satisfeito) porque sempre poderá dizer que foi golo, e ao Porto (encantado) uma vez que não contou.


5. ESPERO QUE Vítor Peliteiro se mude para o Benfica em Março.

Pelo menos é o que diz o tarot da Maya. A conversão ocorrerá no Brasil, e o autor da façanha será Mantorras disfarçado de Angelina Jolie, lado A. O hábil benfiquista deslocar-se-á expressamente a João Pessoa, fazendo-se valer no assédio dos poderes persuasivos de uma fantástica, «Gloriosa» Francesinha. À chegada ao Aeroporto de Lisboa o bicanca converso será saudado efusivamente pelos mentores da tramóia, Luís Marques e Felgas. Além de ostentar orgulhosamente uma camisola do Nuno Gomes, o neófito benfiquista exibirá também o seu «kit novo sócio», de modelo especial, porquanto, neste caso inclui uma pulseira electrónica contra possíveis recaídas, com duração prevista para os primeiros cinco jogos subsequentes do dragão. Inverosímil? Aceitam-se apostas no site da Betandwin.com @s-de-francesinhas.


6. ESPERO QUE o povão desfralde as bandeiras.

Em 2004, numa febre contagiante compraram-se e exibiram-se por toda a parte bandeiras verde-rubras. Muitas delas fabricadas na China com as cores e os símbolos aldrabados. Não interessa, foi uma Festa! Espero que se repita lá para Junho. Só uma recomendação: seja qual for o resultado, o povão que não se esqueça de arrear o… símbolo.

Foi chato o que se passou em 2004. Ainda hoje sobram nas ruas e nas janelas retalhos imundos dessas bandeiras, com menos dignidade que um preservativo usado. Parece que à energia mobilizadora que as desfraldou afinal se sucedeu o alheamento e a preguiça de as recolher.

Vá lá, malta, vem aí o Mundial… Toca a remover o preservativo usado. Vamos a outra!

terça-feira, 10 de Janeiro de 2006

Pobre Isabel Figueira

A época acabou para o César Peixoto. Há quem diga que ele se lesionou de propósito para poder estar mais tempo com a sua mulher, Isabel Figueira. Da mesma maneira que há quem diga que os jogadores se lesionam para não jogar contra o Porto, Peixoto lesionou-se para poder usufruir do seu recente casamento. Mas a verdade é que se a lesão se confirma, posso dizer que nem ao casamento se pode dedicar. Tive há três meses um décimo da lesão sofrida pelo jogador portista, ou seja, apenas rotura do ligamento externo. E mesmo assim, a coisa não foi fácil. Posições mais elaboradas ou mais inovadoras são para esquecer. Por isso, chego mesmo a ter pena da minha amiga Isabel, pois não terá o marido nem a jogar à bola (logo sem prémios de jogos) nem a cumprir os deveres conjugais.

Por tudo isto, os meus sinceros votos de uma rápida recuperação. Até porque o Porto precisa do adaptado lateral esquerdo.

Marcel na Luz?


O Benfica já está a negociar a contratação de Marcel, da Académica. O brasileiro é o reforço que falta para colmatar a vaga no ataque do campeão.Na reabertura do mercado, os encarnados já asseguraram quatro contratações: Moretto, Laurent Robert e Manduca, que se estrearam diante do Paços de Ferreira, anteontem, e Marco Ferreira.Ronald Koeman, no entanto, ainda pretende um ponta-de-lança. Marcel, de 24 anos, vem sendo seguido há algum tempo pelo Benfica, que decidiu, agora, encetar conversações, num negócio que envolverá cedências de jogadores.
Os encarnados equacionaram ir ao estrangeiro ou, em alternativa, fazer regressar o norueguês Karadas, que no último Verão foi cedido ao Portsmouth. No entanto, a opção acabou por recair num dos artilheiros da Liga – tem 9 golos marcados, menos 3 que Nuno Gomes.
Adquirido pela Académica há um ano, oriundo dos coreanos do Suwon Samsung, por 1,8 milhões de euros, Marcel, cuja cláusula de rescisão está estipulada em 3,5 milhões de euros, é um avançado possante e forte no jogo aéreo, características que complementam as de Nuno Gomes e de Miccoli.

E o ridículo continua

Segundo os orgãos de comunicação social que acompanharam o jogo Estrela Amadora – Vitória Guimarães, aos 94 minutos, o GR Bruno Vale, de forma súbita e sem causa aparente atirou-se para o chão e teve de ser substituído.

O próximo jogo do Estrela é contra o FCP.

Depois do descuido do caso Maciel, o FCP prepara-se para desta vez contornar a lei, mas desta vez chamando de estúpidos todos os adeptos de futebol.

Não falando do Manu (jogou contra o benfica), lamento a atitude do Sporting deixar jogar o Wender pelo Braga. Imagino como se devem estar a sentir os adeptos e dirigentes leoninos. E era tão fácil. Bastava atrasar a transferência uma semana.

No futebol português quem é sério sai prejudicado, e no nosso burgo os sérios são todos aqueles que não se riem.

O rídiculo continua.

segunda-feira, 9 de Janeiro de 2006

A Motivação à Koeman


O Mourinho é uma referência nas práticas motivacionais que implementa nas suas equipas.
Eis que aparece um treinador Holandês com uma totalmente inovadora:


Braga: 3 - Sporting: 2


Pois é. Não há maneira de o Sporting levantar voo. Mais uma derrota da equipa leonina frente a um Braga de primeiríssima casta. Assisti a um dos melhores jogos da época, tendo o Braga feito uma primeira parte enormíssima. O Braga em apenas 4 minutos fez dois golos, o que deixou o Sporting à beira de um ataque de nervos.

Na segunda parte assistimos a uma recção heróica mas também inglória do Sporting. Depois de ter conseguido chegar à igualdade frente a uma das defesas mais difíceis do campeonato, os leões acabaram por sofrer mais um golo deitando por terra a recuperação fantástica que tinham feito.

O Braga com esta vitória, curiosamente pelo mesmo score com que tinham batido o Benfica, passa o Sporting na tabela e é agora 4º.

FC Porto: 1 - Boavista: 0

O Porto soma e segue. Mais uma vitória, mais um golaço do cigano e mais três pontos na caminhada, espero eu, do título. Com um Boavista muito encolhido, o Porto dominou a primeira parte a seu belo prazer e foi criando sucessivas oportunidades até que Quaresma se enervou com aquilo e marcou mais um. Depois de Diego (grande primeira parte) arrancar uma falta à entrada da área, Quaresma marcou o primeiro golo de livre do FCP 2005/2006.

Sinceramente, o jogo não foi lá grande coisa e só na segunda parte é que as coisas aqueceram. E aqueceram não pelo futebol jogado mas pelas picardias dos seus intervenientes. Os Boavisteiros começaram a ficar feridos no seu orgulho e o jogo foi ficando muito quentinho.

Foi uma exibição qb do FCP, enquanto que o Boavista justificou o porquê de uma primeira volta medíocre.

Mas o que importa é que o FCP somou mais três pontinhos e aumentou para seis a sua vantagem para o segundo classificado, que agora é o Benfica.

sexta-feira, 6 de Janeiro de 2006

Colunista Convidado, por José Manuel Marques

A MINHA CARTA (ATRASADA) PARA O PAI NATAL

O Natal já lá vai. Mas a um fiel admirador como eu, o atraso ou a pontualidade não fazem qualquer diferença nos bondosos sentimentos do Pai Natal. Fiel admirador – disse – mas também fã desde pequenino. Ao contrário do celebrado guarda-redes portista que, afinal, começou por ser benfiquista, eu não: antes de benfiquista só fui Pai-natalista. E como ambos equipam da mesma cor, sempre acreditei e continuo a acreditar igualmente nos dois. Portanto, tenho a certeza que, mesmo atrasado, o Pai Natal não há-de deixar de corresponder ao meu pedido.

Ele sabe que eu, em 2005, me portei bem. Quando o Benfica se sagrou campeão eu até me contive nas manifestações de alegria em atenção ao desgosto clubista dos meus amigos lagartos e fêcêpistas.

Mais: Juro que nunca gozei com os frangos do Ricardo. Quando constou que ele ía para o Inter, acreditei que se tratava mesmo da sua transferência para Milão. Os engraçadinhos, para achincalhar, aventaram a hipótese duma transferência, sim, mas para o Intermarché, secção de charcutaria. Mas eu não.

Mais recentemente, quando o FCP e o Sporting sofreram capitulação desonrosa nas competições europeias, cedendo de modo humilhante perante equipas de meia tigela, eu cá – por solidariedade com os arqui-rivais – até fingi que fiquei triste.

Enfim, muito mais poderia invocar em abono do meu comportamento bonzinho em 2005, mas não vale a pena. O que tenho a pedir ao Pai Natal, e estou certo que ele me concederá, é o seguinte. Para o próximo Natal, não consinta uma paragem prolongada nos jogos do campeonato. Quase três semanas, três! sem futebol, como sucedeu neste Natal – é um horror!
É que depois de ver o Sozinho em Casa 4 pela oitava vez, Os “Filintstones-Corações Apaixonados”, pela quinta vez, “O Homem-Aranha 2”, pela décima vez, e o”Doutor Jivago”, pela tricentésima octogésima sexta vez – uma pessoa, sem futebol, fica capaz de tudo.

Fica capaz de ouvir os discursos e entrevistas integrais dos candidatos à Presidência da República. Dá até consigo, às tantas, a bisbilhotar nas revistas cor-de-rosa a vida íntima dos futebolistas mediáticos: “Jardel reatou com Karen”, César Peixoto foi a casa dos pais de Isabel Figueira “pedir a mão à moda antiga”, Débora e Jorge Ribeiro, seguiram em lua-de-mel para o Brasil…

Bom, quando se chega a este ponto uma pessoa já está por tudo. Até um mero jogo amigável de carácter humanitário – Ronaldo e Zidane numa parada (numa paródia) de estrelas sonâmbulas –, pode servir para matar saudades. Tivemos, é certo, as transmissões dos jogos do campeonato inglês, nomeadamente a tradicional jornada do “Boxing day”. Mas que interesse tem isso, se no futebol inglês, como soa por aí, são onze de cada lado e no final ganha o Chelsea!

Portanto, à míngua de futebol do nosso, resta o pasmo. Um pasmo do tamanho do deserto, que nenhum Lisboa/Dakar consegue vencer. Até porque, no relativo a dromedários, os do deserto são uma vergonha ao pé dos camelos do nosso futebol.

A fase seguinte, na ânsia viciada de emoção competitiva, é quando uma pessoa dá por si a seguir o Campeonato do Mundo de Pólo em Elefante, realizado no Nepal. Nessa altura já tudo pode acontecer. E aqui o tudo é o grau máximo da escala da pasmaceira. Surge quando uma pessoa, tal como me aconteceu a mim, à falta de outras competições de interesse, segue o relato das sessões da Bolsa como se fosse o Portugal-Grécia na final do Euro2004: “A Euronext Lisboa fechou ontem em alta, com o PSI20 a subir 0,44 por cento”; “Dos 20 títulos que compõem o principal índice accionista português, 12 subiram, cinco desceram e três ficaram inalterados”; “A EDP ganhou 0,77 por cento”; “Os ganhos foram liderados pela ParaRede com…”.

C’os diabos! O que poderia aqui obstar ao desalento seriam as peripécias do mercado de transferências. Mas desta vez nem isso. O que houve – algumas quezílias, uns estalos (bem dados), algum “suspense” – alimentou o comentário e as parlengas, mas nada mais do que isso. Tudo não passou de um “déjà vue”: o Benfica a escolher jogadores e FCP a intrometer-se nas negociações.

E para tornar a abstinência futebolística mais penosa, só faltava esta: à pala de ajustamento de horário no plano sideral, lembraram-se de prolongar em mais 1 segundo! a duração do último dia do ano. Mais um segundo sem futebol é uma eternidade. Quem aguenta?

Portanto, Pai Natal, para o ano não há cá férias: Futebol sempre! Para consumir sem moderação.

E já agora (aqui para nós), bem podias dar um jeitinho para o nosso Benfica ganhar o campeonato e a Taça. E vê lá também se dás sorte ao Koeman para eliminarmos o Liverpool e podermos dar continuidade ao sonho, ‘tá bem?

Falo no plural porque com essa indumentária, não enganas ninguém…

Saudações benfiquistas!

quinta-feira, 5 de Janeiro de 2006

Maniche confirmado como reforço do Chelsea


O internacional português Maniche foi hoje confirmado oficialmente como reforço do Chelsea (vai envergar a camisola número 7) até ao final da presente temporada, por empréstimo dos russos do Dínamo de Moscovo, segundo o "site" oficial do clube londrino. De acordo com o comunicado, Maniche, de 28 anos, ficará às ordens de José Mourinho até ao final de 2005/06 e, caso as actuações continuem a impressionar o técnico português, o clube inglês terá a opção sobre o passe do médio junto do emblema russo por uma propalada quantia a rondar os 7,5 milhões de euros.
Formado nas escolas do Benfica, Maniche trocou no último defeso o FC Porto pelo Dínamo de Moscovo, que pagou por ele e pelo também médio Costinha um total de 16 milhões de euros. Mourinho, que tinha trabalhado com Maniche no Benfica e no FC Porto, já havia admitido o interesse no médio português, face à ausência de cerca de um mês do ganês Michael Essien, que deverá participar na Taça das Nações Africanas se recuperar a tempo de uma lesão num tornozelo.
Maniche, habitual titular da selecção portuguesa, pode jogar na Liga dos Campeões - o Chelsea defronta o FC Barcelona nos oitavos-de-final -, uma vez que não alinhou esta temporada nas competições europeias ao serviço do Dínamo de Moscovo. Com esta contratação, a primeira - e provavelmente única - de Inverno, o Chelsea, que deixou sair Tiago em Agosto, volta a contar com três internacionais portugueses.
Sinceramente, fico contente com esta contratação! é mais um Português a dignificar a "camisola das Quinas"

Liverpool não desiste de Simão Sabrosa


Liverpool não desiste de Simão FEZ NOVA OFERTA, DIZ O "INDEPENDENT":

O Liverpool não desiste de Simão. O emblema de Anfield Road apresentou mais uma oferta ao Benfica para tentar levar o extremo para a Premier League. Segundo o jornal britânico "Independent", o espanhol Rafael Benítez deu indicações que é esse o reforço que pretende e a Direcção do Liverpool propôs ao emblema da Luz transferir o jogador por uma verba a rondar os 11,5 milhões de euros.
Por este valor não me parece que LFV deixe que isso aconteça. vamos aguardar com serenidade.

terça-feira, 3 de Janeiro de 2006

Intervalo na Liga Betandwin


Chegou ao final a primeira metade da liga Betandwin. Com ela veio o sossego dos jogos, o descanso dos árbitros, a quietude dos comentários barrocos, a tranquilidade dos treinadores, a calma dos jogadores (excluindo obviamente os transferíveis) e a paz entre as claques.

Poderíamos mesmo associar este filme ao cenário deslumbrante da imagem da cidade do Porto que inicia este post. Mas como em quase tudo na vida, existe sempre um lado obscuro. Por exemplo, atrás da sumptuosa foto, existe certamente a criminalidade típica de uma grande cidade, existem ruas que não são limpas, existe lixo que não é recolhido, existe prostituição, e um sem número de factores que a olho nú passam despercebidos.

Pois bem, no descanso da liga passa-se precisamente a mesma coisa. A obscuridade também existe nesta suposta calmaria que um defeso provoca. E um dos principais vectores de destabilização são precisamente os jornais que diariamente nos bombardeiam com notícias que não são mais do que contos do vigário. A crer em todas elas, os clubes começariam a 2ª metade da Betandwin com 50 jogadores. O Benfica com uns 60. Sim, porque um jornal desportivo não é feito de factos mas sim de boatos. Será essa a principal missão de um jornal? Será que um jornal ou os jornalistas que o escrevem não têm obrigações deontológicas? Acho que têm e repugno a filosofia que quase todos os jornais implementaram para poder vender, vender e vender!

O Circo, Parte II

Eu sempre disse que este blog era lido por mais pessoas do que aquilo que qualquer um de nós pensa. Estava eu a dar uma vista de olhos pelo correio da manhã quando um texto me pareceu familiar. O Texto lembrava-me um que o nosso colunista residente, José Manuel Marques escreveu, mais precisamente o último. Ferreira Fernandes disse hoje no Correio da manhã:

"Um futebolista que assina por este clube mas quer, afinal, jogar naquele. Um cheque que se aceita mas, por arrependimento tardio, não é levantado. Um empresário que trai, pois só tem olhos para a sua percentagem... O circo do costume.

Se calhar, gerir clubes obriga a essas caneladas entre presidentes, tropecem eles nas frases mais simples ou declamem poemas. Eu, chefes assim, os únicos do género que aprecio vejo-os nos ‘Sopranos’. Não deixo que esses negociateiros da sua própria vidinha me desviem dos 90 minutos de prazer que o futebol me dá. Mudando de assunto, do circo para a bandidagem pura: ontem, um grupo de jagunços atacou um passageiro (que não sei nem quero saber quem é) no aeroporto de Lisboa. O crime foi público. Que siga a polícia. "
Oh Dr. Marques não leve a mal o plágio da metáfora.

Marco Caneira já foi apresentado


Marco Caneira foi esta manhã oficialmente apresentado como jogador do Sporting, ainda que a título de empréstimo até final da temporada.

"Estou muito contente por voltar ao Sporting. Se é em definitivo ou não, depois de verá", disse o jogador, que acrescentou que "o impasse na mudança para o Sporting deveu-se ao treinador do Valência".

A apadrinhar a apresentação do atleta esteve o presidente, Filipe Soares Franco, que falou das ausências dos brasileiros Polga e Deivid.

"Continuamos sem saber nada sobre os jogadores. O que eu gostava mesmo é que em Portugal se jogasse durante o Natal e o Ano Novo, como acontece em Inglaterra. Evitar-se-iam problemas destes... De qualquer modo, eles terão que se explicar muito bem", finalizou o líder sportinguista.
Creio que foi uma boa escolha por parte do jogador, considerando as expetcativas deste face ao mundial(não jogava no Valencia).
claro que os meus votos são para que em termos desportivos lhe corra mal a 2.ª volta do campeonato.

segunda-feira, 2 de Janeiro de 2006

Mais um reforço - Marco Ferreira...


Marco Ferreira vai reforçar o Benfica. O jogador foi apresentado hoje, na mesma conferência de imprensa que Moretto. Já em Outubro de 2002, o extremo tinha suscitado o interesse do clube da Luz. Agora assinou até 30 de Junho de 2009.Marco Ferreira rescindiu, em Dezembro, simultaneamente o contrato que o ligava ao Penafiel e ao FC Porto. A 28 de Dezembro chegou a ser dado como reforço do Atlético de Madrid por duas épocas e meia.O extremo estreou-se no principal escalão do futebol português a 20 de Agosto de 1999, num jogo entre o V. Setúbal e o V. Guimarães. Carlos Cardoso foi o treinador que o lançou.
Hum, sinceramente não percebi esta contratação...a ver vamos...
PS - a cor da camisola está obsoleta...

Moretto já cá canta!

Luís Filipe Vieira e Moretto já se encontram em Lisboa. Vem na sequência das boas contratações que este presidente tem vindo a fazer...
Força Moretto!
PS - mais um que jogou no F.C. FELGUEIRAS

Vitória, deseja a todos os Benfiquistas, um ano de Campeão!(...novamente...)


Uma imagem, vale mais do que mil palavras...